À sagrada e bem nobre memória

In AS LÁGRIMAS ANCORADAS À SOMBRA DO AMOR, pág. 7

À sagrada e bem nobre memória de Rodrigo de Mello, meu pai
— que, de tão vivo para além da Morte, só pòstumamente houve
de ser morto na vala comum da inveja de uns tantos mortos de
vida em pé, e que, vencendo a Dor e entrevado, na Poesia,
a redenção da Vida, da Morte me acena como exemplo de Mártir,
de Mestre e de Guia —, este meu livro primeiro é principalmente
dedicado.














A JOÃO DE CASTRO OSÓRIO – MESTRE, AMIGO
E GUIA – E À TRÁGICA GENIALIDADE DA SUA
POESIA.